Receba as novidades exclusivas de nossa rede :)

Cadastre-se

A cultura da Fraternidade

A cultura da Fraternidade

Ano novo; vida nova. Tempo de mudança e de restauração. Momento do “kairós de Deus” no seio de todos os Cristãos, levando-nos a ser semeadores da Cultura da Fraternidade.

 Três palavras proclamadas em uma de suas homilias na Capela Santa Marta, o Papa Francisco nos direciona para esta pequena reflexão de Ano Novo: ENCONTRO – ACOLHIMENTO – SOLIDARIEDADE.

 Não poderemos ir ao Encontro dos nossos irmãos se não sairmos de nós mesmos. Se não renunciarmos à nossa vontade e abraçarmos a vontade soberana de Deus. E aí não basta apenas isso; é necessário que nos deixemos encontrar também. Somente assim se complementa a fraternidade.

Se prestarmos atenção ao significado da palavra Acolhimento, descobriremos que nela está contida a ação de colher. Colher sorrisos, abraços, alegria, paz, ternura, amor, fé, esperança, para deixar como um buquê nos braços dos irmãos sejam eles quem forem.

 Ir ao Encontro, Acolher e Solidarizar-se. Então, a solidariedade é o fundamento e a realização da fraternidade. Solidários, e não solitários. Isso implica em descruzar os braços, desinstalar-se e desacomodar-se. Quem se acomoda não incomoda; e as estruturas do mundanismo precisam ser incomodadas por nós, a fim de que o mundo inteiro erga os olhos ao céu e busque as “coisas do Alto”.

Paz e Luz

Por Antonio Luiz Macêdo

Leia mais artigos do autor:

Colunista Catequese Católica

Em Poucas Palavras

Poesias & Trovas

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *