Receba as novidades exclusivas de nossa rede :)

Cadastre-se

A importância da Palavra de Deus no itinerário catequético na iniciação

A importância da Palavra de Deus no itinerário catequético na iniciação

A Palavra de Deus, escrita na Bíblia e na vida, precisa ocupar um lugar de destaque na catequese de Iniciação, pois o seu conhecimento e a sua meditação ajudam o iniciando a perceber a história de salvação que continua hoje e a presença constante do Deus na vida na sua história pessoal, com força de libertação. Inseridos na mais antiga e rica tradição cristã, cabe-nos salientar a importância da Palavra de Deus como despertadora da fé e mobilizadora de conversão: “Logo, a fé provém da pregação e a pregação se exerce em razão da palavra de Cristo” (Rm 10,17). Uma catequese reducionista e uma preocupação extremada com as espécies eucarísticas são responsáveis pela pouco atenção à Palavra, não reparando na veneração equiparada que o Concílio Vaticano II destacou entre as duas modalidades da mesma e única presença do Cristo, Pão do Céu a alimentar os fiéis. (Cf. DV n. 21; VD n. 55-56).

Os ritos da Palavra ao longo do processo
No processo da Iniciação Cristã, a Bíblia ocupa lugar de destaque. O Ritual de Iniciação Cristã de Adultos (RICA) propõe um “encontro” com a Palavra de Deus já no Rito de Entrada da pessoa no catecumenato. Após a apresentação do nome de cada catequizando e da assinalação com o sinal da cruz, faz-se a liturgia da Palavra, na qual a Bíblia é entregue a cada um deles. A cerimônia é simples, mas carregada de sentido e simbolismo. Primeiramente, o presidente da celebração faz uma exortação sobre a dignidade da Palavra de Deus, que é anunciada e ouvida na assembleia litúrgica. Em seguida, sugere-se uma entrada e incensação do livro da Palavra de Deus, cujos textos serão em seguida proclamados e aprofundados na homilia. Encerra-se esse momento com a Entrega do Livro e a oração da comunidade. Durante a entrega, a cada um dos catequizandos o presidente diz: “Recebe o livro da Palavra de Deus. Que ela seja luz para a tua vida!”. É importante lembrar, ainda, que em todas as outras celebrações a Palavra de Deus também está presente como luz a iluminar o caminho e fonte de discernimento para a caminhada daquele que aprofunda sua adesão a Jesus e a seu projeto de vida, na comunidade cristã e no mundo.

Palavra é bem mais do um símbolo litúrgico
As comunidades que não usam o RICA também são convidadas a marcar todo o processo catequético com a Palavra, ritualizada e proclamada. Para isso, é importante destacar a mesa da Palavra nas celebrações, e ajudar os catequizandos a ler e compreender o essencial da revelação de Deus contida nas Escrituras. Deseja-se, com isso, mostrar aos catequizandos que somos a “Igreja da Palavra e do Pão”. É importante criar neles uma atitude de veneração pela Palavra do Senhor, postura de respeito e reconhecimento do seu valor. Aos catequistas vale aqui enfatizar que a Palavra de Deus, sobretudo na Liturgia, não se reduz a um símbolo como tantos outros, mas é o próprio Senhor falando ao seu povo, revelando “seus planos de amor” e convidando a uma resposta consciente e amadurecida ao seu projeto de vida.

Pe. Vanildo Paiva
Especialista em Catequese e Liturgia

* Texto originalmente publicado na Revista Brasileira de Catequese n° 129.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *