Receba as novidades exclusivas de nossa rede :)

Cadastre-se

Fazendo Memória da Semana Santa

Fazendo Memória da Semana Santa

A proposta desse encontro é recordar tudo o que vivemos na Semana Santa. Uma sugestão é fazer esse encontro em forma de uma pequena Gincana, onde vamos explicando cada momento e reforçando com alguma brincadeira.

Acolhida – Prepare um ambiente acolhedor, com símbolos que nos façam lembrar a Semana Santa: ramos, círio, água, pão e vinho, cruz, etc. Acolher a todos com alegria e cânticos animados. Ex: Dança da amizade. O Senhor tem muitos filhos. A alegria está no coração de quem já conhece a Jesus.

Oração Inicial – Faça uma breve recordação da semana anterior, perguntando como cada um celebrou a sua Semana Santa, o que mais gostaram de reviver, o que aprenderam de novidade, … Concluir esse momento, falando que Jesus, durante toda sua vida, partilhou conosco o que Ele tinha de melhor: amor, compaixão, humildade, misericórdia, perdão,… Agora, vamos refletir: o que eu tenho de melhor para oferecer ao meu irmão? Quais são as minhas maiores virtudes? Eu tenho colocado em prática tudo o que tenho de bom ou estou sempre fazendo o que é mau? Após a reflexão, de mãos dadas, rezamos com fé esta oração onde nos tornamos todos irmãos: Pai Nosso…

Gincana

Forme duas equipes e peça para cada equipe escolher um líder.

Tarefa 1: Lavando os pés dos discípulos.
Na quinta-feira santa Jesus lavou os pés de seus discípulos para mostrar que, mesmo ele sendo o mestre, estava lavando os pés dos seus amigos, em sinal de humildade e amor ao próximo. Com esse gesto, Jesus nos ensinou que devemos servir uns aos outros e, no Reino de Deus, quem quiser ser o maior, deve ser o menor entre nós. Nesta tarefa, o líder de cada equipe deve lavar os pés um do outro. Marca ponto o líder que lavar com mais carinho, demonstrando amor e alegria ao realizar esta tarefa.

Tarefa 2: Bênção do pão e do vinho
Prepare dois papeis com os nomes PÃO e VINHO e peça para cada equipe sortear um deles. Cada uma deve escrever as palavras que Jesus usou para abençoar aquele alimento durante a última ceia. Marca ponto a equipe que mais se aproximar da forma correta.

Tarefa 3: Perguntas e respostas sobre a Semana Santa
Cada equipe deve escolher dois representantes para responder as perguntas. Entregue duas plaquinhas para cada dupla, contendo C (para as respostas certas) e E (para as respostas erradas). Quando o catequista fizer as perguntas, cada dupla levanta a sua plaquinha. Aqui estão algumas sugestões de perguntas:

– A Semana Santa começa na Quarta-feira de cinzas? (ERRADO, começa no Domingo de Ramos)
– No Domingo de Ramos celebramos o dia em que Jesus entrou na cidade de Jerusalém, montado em um jumentinho e foi aclamado rei pelos judeus. (CERTO)
– Na última ceia, Jesus abençoou o pão e o vinho, transformando em seu próprio corpo e sangue e deu a seus discípulos, pedindo que eles sempre repetissem aquele gesto em sua memória. (CERTO)
– Judas levou os soldados para prenderem Jesus e, para que eles soubessem que era Jesus, Judas lhe deu um abraço. (ERRADO, Judas traiu Jesus com um beijo)
– Quando os soldados prenderam Jesus, Pedro ficou tão revoltado que puxou uma espada e feriu a orelha de um soldado. (CERTO)
– Era costume, na Páscoa soltar um prisioneiro, então o povo pediu que soltassem Jesus. (ERRADO, o povo pediu para soltar Barrabás)
– Na sexta-feira santa celebramos a missa mais importante do ano. (ERRADO, a Sexta-feira Santa é o único dia do ano em que não celebramos missa, celebramos a Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo)
– Na Sexta-feira Santa fazemos a Adoração à Santa Cruz, que significa adorar a Jesus que foi pregado numa cruz para nos libertar do pecado. (CERTO)
– Jesus foi crucificado no meio de dois ladrões que se arrependeram na hora da morte. (ERRADO, somente um se arrependeu e pediu para Jesus se lembrar dele quando estivesse no paraíso. Jesus falou que, naquele mesmo dia eles estariam juntos no paraíso)
– No Domingo de Páscoa celebramos o acontecimento mais importante para nós cristãos: a ressurreição de Jesus. (CERTO)

Tarefa 4: Significado dos símbolos da Páscoa
Prepare o desenho dos símbolos da Páscoa (clique aqui). Cada equipe escolhe um representante que deve sortear um símbolo e explicar o seu significado. Para cada rodada, as equipes escolhem um representante diferente, permitindo a participação de todos. Marca ponto quem explicar corretamente o símbolo.

Tarefa 5: Frase embaralhada
Prepare duas frases sobre a Páscoa. Cada equipe deve sortear uma frase e montar no tempo determinado pelo catequista. Marca ponto a equipe que montar a frase corretamente.
Sugestões:
– Páscoa significa passagem de uma vida de pecado para uma vida nova.
– Na Páscoa, celebramos a ressurreição de Jesus, que venceu a morte.

Tarefa 6: Mímicas
Cada equipe escolhe um representante para fazer mímica de um dos acontecimentos da Semana Santa. Marca ponto a equipe que acertar a mímica dentro do tempo determinado pelo catequista.
– Domingo de Ramos
– Santa Ceia de Jesus e os discípulos
– Judas se enforcou
– Judas traiu Jesus com um beijo
– Ressurreição de Jesus
– Pedro negou Jesus 3 vezes

Reflexão

Após a gincana, prepare uma vela num pires e um copo de vidro. Explique aos catequizandos que Jesus é a luz que ilumina nossa vida e, com a sua luz, ele nos mostra por onde devemos caminhar. Cada um de nós é uma vela também e, assim como Jesus, devemos ser luz na vida de nossos irmãos. Recorde o momento da Vigília Pascal onde acendemos o Círio Pascal e todos acendem sua vela. Enquanto vai explicando, acenda a vela e peça para todos observarem o que acontece. Depois de alguns instantes, pegue um copo de vidro e coloque sobre a vela. O que aconteceu? Por que a vela se apaga? Deixar que os catequizandos expressem o que sentiram. Concluir explicando que a vela se apaga porque falta oxigênio. Assim como esta vela, nós também precisamos de oxigênio para permanecer acesos. E qual é o oxigênio que nos mantém acesos? Levar os catequizandos a compreender que a graça de Deus, a sua misericórdia e o seu grande amor por nós é o nosso principal oxigênio. Quando ficamos distantes de Deus somos como aquela vela que perde o ar e se apaga. Neste momento, você pode pegar outra vela, acender e demonstrar o que devemos fazer quando encontramos um irmão com a luz apagada. Acenda a luz do seu irmão, assim como Jesus acende a nossa luz. Ao final, todos podem cantar o refrão deste cântico: Minha luz é Jesus e Jesus me conduz pelos caminhos da paz.

Oração Final

Antes do encontro, leia o evangelho deste 2° Domingo de Páscoa (Jo 20,19-31). Faça um breve comentário do evangelho, explicando que Jesus apareceu aos discípulos reunidos, assim como estamos neste momento. Jesus sempre saudava a todos desejando a paz e, seguindo o exemplo de Jesus, devemos sempre desejar a paz e fazer a paz acontecer em nosso meio. Juntos, vamos rezar a oração da Paz: Senhor Jesus Cristo, dissestes aos vossos apóstolos: eu vos deixo a paz

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *