Receba as novidades exclusivas de nossa rede :)

Cadastre-se

Festa da Sagrada Família de Nazaré

img

Não é à toa que após o Natal a Igreja celebra a Festa da Sagrada Família de Nazaré. Cristo quis entrar na nossa história pela mesma porta que entramos no mundo, porque a família é base do plano de Deus para a existência da humanidade.

Jesus não precisava ter uma família, pois não teve um pai natural entre os homens. Ele foi gerado pelo Espírito Santo, pois nenhum homem poderia fazer a Virgem Imaculada conceber o Verbo a ser encarnado. Mas Jesus quis ter uma Família, quis iniciar a obra da Redenção pela família para restaurar a base da humanidade.

Os Santos Padres disseram que o Filho de Deus começou sua obra pela família.

Ele adotou um pai, São José. Já tinha escolhido para ser Sua Mãe a mais santa e humilde Mulher, e escolheu também o mais santo e humilde dos homens, aquele que era digno de ser o pai legal, protetor e educador do grande Menino.

Na família, Jesus foi submisso e obediente a seus pais, dos quais foi o Criador.

Ali Ele aprendeu como homem a obediência aos pais, e aprendeu com Seu pai o ofício de carpinteiro.

Contemplando a Sagrada Família de Nazaré no Presépio, deve crescer em nós o amor e o compromisso pela defesa da instituição divina da família, hoje tão ameaçada pelas forças do Mal.

São João Paulo II disse na “Carta as Famílias” (1994), que é na família que se trava hoje a luta decisiva pela dignidade humana. Destruir a família, como Deus a criou, seria a destruição do plano de Deus. A Irmã Lucia, vidente de Fátima, disse em uma Carta ao cardeal Carlo Cafarra, de Bolonha, Itália, que a investida do Mal contra Deus será sobre a família e a vida.

Mas, como a família é uma instituição divina, logo, não há forças humanas capazes de eliminá-la, embora possa fazê-la sofrer muito. Então, cabe a cada cristão, com a força e a graça de Deus lutar para defendê-la. É imitando a Sagrada Família, sem desanimar com as dificuldades enfrentadas para isso que poderemos defendê-la. Olhem os pais para a grandeza de São José e o copiem. Olhem as mães para a santidade de Maria e a imitem. Olhem os filhos para Jesus e vivam como Ele.

Jesus, Maria e José, minha família vossa é!

Por Prof. Felipe Aquino, via Cléofas

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *