Receba as novidades exclusivas de nossa rede :)

Cadastre-se

Gestos e expressão corporal na catequese

img

A nossa catequese, em geral, é muito intelectualizada. Usamos muitas palavras, textos, livros, roteiros, manuais, atividades escritas, exercícios para pensar e memorizar… Usamos poucos gestos e ação.

A expressão corporal

Um dos meios para tornar nossa catequese mais “afetiva”, é o uso de gestos ou a expressão corporal. Em vez de muitas palavras, ajudam a transmitir a mensagem evangélica de modo mais vivo e mais vivenciado. Expressar sentimentos usando o corpo é uma das maneiras mais espontâneas.

Nós nos expressamos com nosso corpo. Ele mostra alegria, admiração, ódio, medo, respeito etc. Podemos expressar atitudes de louvor, humildade, oferta, amor, perdão…

Utilizando músicas e textos como “pano de fundo”, os catequizandos podem ser convidados a expressarem corporalmente os sentimentos que o texto ou a música evocam.

A mímica é uma atividade de expressão corporal pela qual a mensagem passada e adivinhada pelos participantes vai ser melhor interiorizada.

Algumas sugestões de gestos

Um abraço expressa amizade, carinho.

Uma caminhada simboliza a caminhada do povo de Deus, ou da Igreja em marcha.

Repartir um pão expressa fraternidade e solidariedade.

Uma mão aberta expressa doação, abertura ao outro. Uma mão fechada mostra avareza, egoísmo.

Um sorriso mostra vontade de se comunicar.

Formar uma roda faz pensar na comunidade.

Plantar uma semente expressa a ação evangelizadora.

Puxar juntos uma corda simboliza trabalho em equipe, enfrentar dificuldades juntos.

Colocar um nó numa corda pode expressar dificuldades que estamos colocando para o grupo.

Desfazer o nó simboliza resolver um problema.

Na oração ou celebração podemos usar todos esses gestos. Mas há outros, próprios para a oração ou celebração.

Ficar de pé expressa prontidão para executar a exigência do Evangelho. Mostra também respeito pela palavra de Deus.

Ficar sentado pode ser uma atitude de atenção, interiorização.

Ajoelhar expressa humildade.

Estender as mãos pode ser uma atitude de louvor, de oferta também.

Inclinar a cabeça é sinal de respeito.

Mãos cruzadas no peito expressam interiorização.

Os gestos são muitos. Nossa criatividade encontrará outros.

Para refletir

1. Usamos gestos e expressão corporal na nossa catequese e nas nossas celebrações? Quais?

2. Vamos pensar na celebração da Eucaristia. Ficamos de pé, ajoelhamos, sentamos, elevamos as mãos. Quando fazemos isto e o que significa? Há outras expressões corporais ou gestos que usamos na Missa? Quais? Qual seu sentido?

Para rezar

Podemos expressar muitos versículos do Salmo 139 (138) com gestos. Uma pessoa pode ler os versículos 1 a 14, enquanto as outras expressam a mensagem por gestos.

 

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *