Receba as novidades exclusivas de nossa rede :)

Cadastre-se

Os sete “pecados” da Leitura Bíblica

Os sete “pecados” da Leitura Bíblica

1- LEITURA FUNDAMENTALISTA

O que é: interpretar o texto sagrado ao pé da letra, sem levar em conta o que o texto diz por trás das palavras.

Sintomas:
– Fanatismo: defesa violenta das próprias ideias sobre a Bíblia; colocá-la acima dos principais valores humanos;
– Intolerância com pessoas e grupos que interpretam de forma diferente os mesmos textos.

Como evitar:
– Não impor aos outros, suas próprias ideias;
– Deixar-se questionar pelas ideias dos outros;
– Levar em conta o contexto em que os livros surgiram;
Descobrir nos textos o que há de simbólico, poético, etc.

2- LEITURA APOLOGÉTICA

O que é: usar textos para defender ideias ou doutrinas que não estão presentes neles.

Sintomas:
– Tradicionalismo: colocar a religião, a doutrina e os ritos acima da busca da Verdade e da defesa da Vida;
– Medo de descobrir nos textos dados novos e diferentes que questionam parte da tradição recebida.

Como evitar:
– Abrir-se ao novo trazido pela realidade e pela Palavra;
– Ler não apenas o trecho selecionado; descobrir livros e textos relacionados para ampliar a visão;
– Não ser submisso à interpretação já pronta dos livros; ter espírito de busca e pesquisa;
– Ser fiel ao conteúdo dos trechos estudados.

3- LEITURA INTIMISTA

O que é: interpretar os textos exclusivamente em benefício pessoal; achar-se o único destinatário da Palavra.

Sintomas:
– Emocionalismo: ler só com o coração, sem usar a cabeça, como se a Bíblia fosse um livro de autoajuda;
– Absolutizar textos agradáveis e negar textos mais duros.

Como evitar:
– Abrir-se à dimensão social e comunitária da Bíblia;
– Não ler sozinho, mas buscar as opiniões dos outros;
– Procurar conhecer amplamente a Bíblia, ler também os textos que parecem, à primeira vista, distantes de sua realidade pessoal;
– Respeitar a autonomia do texto, ou seja, reconhecer que ele foi escrito para outras pessoas numa situação histórica diferente da sua.

4- LEITURA ESOTÉRICA

O que é: usar a Bíblia como se fosse um livro de fórmulas mágicas, de ciências ocultas. (Esotérico quer dizer oculto).

Sintomas:
– Misticismo: crer que existe na Bíblia conhecimentos acessíveis somente a poucos privilegiados;
– Citar frases isoladas como se fossem palavras mágicas;
– Usar a Bíblia para fazer previsão do futuro.

Como evitar:
– Não ler a Bíblia para adivinhar o futuro, ou como se os textos do Antigo Testamento fossem apenas anúncios do que aconteceria na época de Jesus;
– Ser fiel ao conteúdo dos trechos estudados;
– Não usar frase bíblicas isoladas, desvinculadas de seu contexto, como “abracadabra” em situações difíceis;
– Ter humildade e reconhecer que toda interpretação da Palavra deve estar de acordo com o projeto de Jesus.

5- LEITURA REDUCIONISTA

O que é: reduzir os textos sagrados à dimensão religiosa; desprezar seus aspectos sociais, econômicos, políticos e culturais.

Sintomas:
– Divisionismo: achar tudo bonito, correto e piedoso, sem levar em conta as fraquezas do povo de Deus;
– Conservadorismo religioso, falta de consciência social;
– Falta de confiança no ser humano.

Como evitar:
– Lembrar-se que Deus é Deus em todas as dimensões da Vida, não só na religião;
– Valorizar as diversas dimensões da vida (política, economia, cultura, afetividade, etc.) como queridas por Deus e importantes para a felicidade humana.
– Interpretar os textos tendo em mente as várias dimensões da vida.

6- LEITURA MATERIALISTA

O que é: interpretar a Palavra de uma forma puramente científica; negar a inspiração divina dos textos.

Sintomas:
– Intelectualismo: ler só com a cabeça, sem usar o coração, como se a Bíblia fosse um baú de fósseis;
– Usar a Bíblia só para estudar as civilizações antigas, sem interesse nas civilizações humanas de hoje.

Como evitar:
– Cultivar a leitura orante da Bíblia, em intimidade com Deus, invocando sempre (na oração ou no mero estudo) o Espírito Santo;
– Buscar o bem comum e a defesa da vida em primeiro lugar, em obediência ao Deus da Vida;
– Reconhecer com humildade a presença do Deus vivo na história e colocar-se a serviço Dele na luta pela justiça.

7- LEITURA ESPIRITUALISTA

O que é: ler a Bíblia e a vida com os olhos voltados para a salvação pessoal, sem preocupação com a vida do irmão.

Sintomas:
– Moralismo: dar mais importância ao bom comportamento que o bem do ser humano; colocar a lei acima da vida;
– Desprezo pelo corpo humano e pela afetividade.

Como evitar:
– Ler com os pés no chão, lembrando que não há alma sem corpo nem corpo sem alma;
– Ler com a preocupação de melhorar o aqui-e-agora de toda a humanidade, por menos “santa” que ele seja.

Fonte: Folheto Ecoando 11 – Formação Interativa com Catequistas – Editora Paulus.

Via Catequistas em formação

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *