Receba as novidades exclusivas de nossa rede :)

Cadastre-se

Paramentos Litúrgicos

img

ALVA: É uma tunica de linho ampla, caindo sobre os calcanhares como a batina e adornada com bordados mais ou menos ricos. Essa parte do vestuário é simbolo da “inocência”.

AMITO: É um pano quadrado, servindo para cobrir o pescoço e os ombros. O amicto é uma proteção e simboliza o “capacete da salvação”.

BATINA OU HÁBITO: Veste talar dos abades, padres e religiosos, cujo uso diário é aconselhado pelo Vaticano. Alguns sacerdotes fazem o uso do Clerical como meio de identificação, sendo esta uma peça única de vestuário, ou seja, um colarinho circular que envolve o pescoço com uma pequena faixa branca central.

CASULA: É a último paramento que o sacerdote usa, por cima de todas as outras. Tem, geralmente, atrás, uma grande Cruz ou o simbolo IHS. Casula, em latim, significa “pequena casa”. Recorda a túnica inconsútil de Nosso Senhor, tecida, segundo a tradição, por Nossa Senhora. No Calvário, os soldados não quiseram retalhá-la, mas sortearam-na entre si. Simboliza o “suave jugo da Lei de Deus” que devemos levar, e que se torna leve para as almas generosas. Ao vesti-la, o sacerdote reza: “Ó Senhor, que dissestes: ‘ o meu jugo é suave e o meu fardo é leve’ (Mt 11, 30); fazei que eu possa levar a minha cruz de tal modo que possa merecer a vossa graça”.

CAPA OU PLUVIAL: Capa longa, que o sacerdote usa ao dar a bênção do Santíssimo Sacramento ou ao conduzí-lo nas procissões eucaristicas.

CÍNGULO: É um cordão branco ou da cor dos paramentos, com que o sacerdote se cinge à cintura. Os antigos o usavam para maior comodidade, a fim de que a alva, comprida, não os estorvasse nos trabalhos ou nas longas caminhadas. Recorda as cordas com que Jesus foi atado pelos algozes. Ao cingir-se com o cíngulo, o sacerdote reza: “Cingi-me, Senhor, com o cíngulo da pureza e extingui em meu coração o fogo da concupiscência, para que floresça em meu coração a virtude da caridade”. É sinal de castidade.

ESTOLA: A estola ( do latim stola, vestuário ). Desde o século IV, tornou-se adorno que se põe nos ombros, caindo na frente, em duas partes semelhantes. A estola é feita do mesmo tecido da casula

MITRA: Espécie de chapéu alto com duas pontas na parte superior e duas tiras da mesma tela que caem sobre os ombros, utilizada pelo bispo.

OPA: Roupa usada pelos ministros extraordinários da eucaristia.

SOLIDÉU: Peça de tela em forma arredondada e côncava que cobre a coroa da cabeça do bispo.

TÚNICA: O mesmo que alva, com uma diferença, tem o colar mais apertado, conforme o pescoço do ministro.

VÉU UMERAL OU VÉU DE OMBRO: Manto retangular, de cor dourada, usado pelo sacerdote na bênção solene do Santíssimo Sacramento. Usada sobre a capa.

Elaborado por: Paróquia São Francisco de Assis do Rio Doce

4 Comentários

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *