Receba as novidades exclusivas de nossa rede :)

Cadastre-se

Temas para a Catequese no mês de novembro de 2018

Temas para a Catequese no mês de novembro de 2018
ano_litrgico_04122014085428

Em NOVEMBRO encerramos o Ano Litúrgico com a celebração de Cristo Rei que normalmente é no último domingo do mês. No Domingo de Cristo Rei, celebramos o dia dos leigos e das leigas, pessoas que procuram testemunhar o seu batismo na vida concreta. Neste final de semana o pensamento da Igreja é voltado para as festividades de Cristo Rei, refletindo que tipo de reinado Cristo assume. Mesmo estando na terra, os seus objetivos não são daqui. São de vida, a ponto de dar a vida por todos.

A realeza de Jesus tem como objetivo dar testemunho da verdade. Ele é a manifestação da fidelidade de Deus ao longo da história. E deu a vida por isto, chegando até a morte cruel na cruz, revelando a autenticidade de sua vida.

Aderir a Jesus Cristo é dar testemunho da verdade, tendo coragem de enfrentar o mundo da mentira proclamado e anunciado pela cultura secularizada. Existem hoje forças hostis ao projeto da caridade na verdade.

Celebrar Cristo Rei significa reanimar a resistência das novas comunidades para enfrentar o mundo da violência, da infidelidade e do poder econômico excludente, que não leva em conta o valor da vida e da dignidade humana.

Ser cristão hoje é ser sinal de contradição e de luta pela construção de um reino diferente do mundo globalizado, que massifica e coloca as pessoas perdidas na sua identidade. É o mundo da competição, da riqueza, do ter, do poder e do prazer.

Outros temas para o mês

ALMAS DO PURGATÓRIO

Na Igreja Católica, o mês de Novembro, é iluminado de modo particular pelo mistério da comunhão dos santos que se refere à união e à ajuda mútua que os cristãos podem prestar entre si: nós que estamos ainda na terra, os que, já certos de irem para o Céu, se purificam, antes de se apresentarem diante de Deus, dos vestígios de pecado no purgatório e os que intercedem por nós diante da Santíssima Trindade onde gozam da felicidade suprema para sempre. O Céu é o fim último e a realização das aspirações mais profundas do homem, o estado de felicidade suprema e definitiva (Catecismo da Igreja Católica, 1024).

O Purgatório é uma misericórdia de Deus, para limpar os defeitos dos que desejam identificar-se com Ele (Editora Quadrante, Sulco, 889).

APRESENTAÇÃO DA SANTÍSSIMA VIRGEM MARIA

Embora a Sagrada Escritura silencie sobre o nascimento de Nossa Senhora, a tradição nos diz que seus pais eram Joaquim e Ana, cujos nomes significam respectivamente “preparação do Senhor e Graça.” Poderíamos dizer que o nascimento da Santíssima Virgem Maria foi um dos acontecimentos mais belos da história.

NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS

Um dos mais valiosos presentes da Santíssima Virgem para a humanidade, foi dado no dia 27 de novembro de 1830, por meio de Santa Catarina Labouré, humilde freira da Congregação das Filhas da Caridade. Isto foi na Rua De Lubac, no centro de Paris, na Capela da Medalha Milagrosa.

DINÂMICAS

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *