Receba as novidades exclusivas de nossa rede :)

Cadastre-se

Um Conto Chinês

img

Dir.: Sebastián Borensztein

Argentina/Espanha – 2011

No delicado enredo que o filme nos apresenta, somos lançados no cotidiano quase que completamente disciplinado e engessado de Roberto. Toda sua vida de controle e esterilização são abalados quando o caminho de Jum, em sua desventurada sorte, cruza com o seu. A partir desse encontro, a vida de ambos já não poderá mais ser a mesma. No confronto, na descoberta da alteridade, a assepsia de Roberto é perdida e a irrupção de um outro que lhe demanda cuidado provoca fissuras anteriormente inconcebíveis na sua bem estabelecida rotina.

A sensação que temos é que Roberto “parou no tempo”, não viu mais sentido para a vida após a morte do pai, quando retorna da guerra das Malvinas. Até a casa permanece da mesma maneira da época em que o pai estava vivo. Roberto tem uma rotina metódica. Não há espaço para ninguém mais na sua vida. O chinês muda isso completamente e ele não dará conta de viver da mesma maneira…

Com isso, Sebastián Borensztein oferece-nos mais uma chance, dentre tantas outras com as quais o cotidiano nos brinda reiteradamente, de seguirmos caminhando em nossa nunca de todo concluída tarefa de fazermos nossa vida valer sempre mais a pena.

Um belo filme para refletir sobre o sentido da nossa vida, os encontros que nos modificam… Para pensar se também nós não paramos em algum trecho da vida, se não estamos precisando seguir em frente…

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *