Receba as novidades exclusivas de nossa rede :)

Cadastre-se

Vamos falar sobre santos?

Vamos falar sobre santos?

É sempre a mesma coisa, a mesma história. Em pleno século XXI uma das grandes acusações que todo católico ainda ouve é a famosa: “vocês são idólatras”. Tudo porque a Igreja Católica Apostólica Romana reconhece que pessoas comuns podem ser exemplos de fé, e proclama sua santidade. Mas, como catequizar os jovens sobre a importância e o sentido de existirem santos na Igreja Católica?

Longe de pretender ensinar, partilho com vocês um encontro. Primeiro providencie o material: duas tábuas e um pacote de bolinhas de gude.

Depois da oração inicial pergunte quem é bom na bolinha de gude e proponha um desafio: coloque uma bolinha a uma certa distância e, após dar uma bolinha para cada jovem, peça que estes tentem acertar aquela que ficou longe. Obviamente a bolinha lançada por cada jovem terá alguma dificuldade para atingir aquela bolinha-alvo.

Na sequencia, diga que vai facilitar a vida deles e coloque as tábuas fazendo um corredor até a bolinha-alvo, mas posicione em formato de funil, ou seja, com a bolinha-alvo na parte afunilada. Pronto! Aposto que muitos jovens conseguirão atingir a bolinha-alvo!

Pergunte agora: Como foi mais fácil acertar a bolinha, com ou sem as tábuas?

Pois bem, hora da explicação. Diga que a bolinha-alvo representa Deus e que cada bolinha que estava com os jovens representa a eles mesmos. Mostre que, para eles chegarem a Deus sem ajuda é algo muito difícil, o que foi exemplificado na dificuldade de acertarem a “bolinha-Deus” sem as tábuas. Porém, quando tivemos a ajuda das tábuas foi bem mais fácil “encontrar Deus”. Muito bem, as tábuas representam justamente os Santos!

Este é o papel do Santo, ajudar-nos a encontrar o caminho para Deus! Cada Santo da Igreja Católica tem exatamente a função de ser um exemplo de fé e, através de seu exemplo de vida nos ajudar a encontrar o caminho de Deus.

Recomendo este encontro principalmente para os jovens que se preparam para receber o Sacramento do Crisma, embora seja possível aplicar a dinâmica com qualquer idade. Recheie o conteúdo apresentando biografias de Santos. Nada muito extenso, apenas o necessário para que cada jovem perceba que cada Santo foi uma pessoa comum, mas por algum motivo se destacou pela vivência de sua fé. Bom encontro!

Por Otávio Oliveira Neto da Paróquia Nossa Senhora da Conceição Aparecida de Socorro/SP.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *