Receba as novidades exclusivas de nossa rede :)

Cadastre-se

Você já abraçou hoje?

Você já abraçou hoje?

O abraço é definitivamente uma terapia, uma forma poderosa de cura. Diversas pesquisas já provaram que abraçar reduz a quantidade de cortisol (hormônio do estresse) em nossos corpos, liberando tensão e enviando mensagens calmantes para o cérebro.

Por isso, se você está se sentindo um pouco esgotado ou pressionado, encontre alguém com quem você se preocupa e dê-lhe um abraço bem forte.

Esses estudos mostram que um abraço profundo, onde os corações são pressionados um contra o outro, pode trazer 10 benefícios diretos:

1. Abraço aproxima
O toque nutritivo de um abraço cria confiança e uma sensação de segurança. Isso ajuda com uma comunicação aberta e honesta.

2. Abraço acalma
Os abraços podem aumentar instantaneamente os níveis de oxitocina, que curam sentimentos de solidão, isolamento e raiva.

3. Abraço alegra
Segurar um abraço por um tempo prolongado eleva os níveis de serotonina, elevando o humor e criando felicidade.

4. Abraço cura
Os abraços fortalecem o sistema imunológico. A pressão suave sobre o esterno e a carga emocional que isso cria estimulam a glândula timo, que regula e equilibra a produção de glóbulos brancos do corpo, o que te mantém saudável e livre de doenças.

5. Abraço é multiplicação
A troca de energia através do abraço é um investimento no relacionamento. Incentiva a empatia e a compreensão. E é sinérgico, o que significa que o todo é mais do que a soma de suas partes: 1+1 = 3 ou mais!

6. Abraço relaxa
O abraço relaxa os músculos. Abraços liberam tensão no corpo. Os abraços podem até mesmo tirar a dor, uma vez que aumentam a circulação para os tecidos moles.

7. Abraço equilibra
Os abraços equilibram o sistema nervoso. A resposta galvânica da pele de alguém que recebe e dá um abraço mostra uma mudança na condutância da pele. O efeito na umidade e eletricidade na pele sugere um estado mais equilibrado no sistema nervoso parassimpático.

8. Abraço é divisão
Abraços nos ensinam a dar e receber. Existe um valor igual em receber e ser receptivo ao calor, quanto a dar e compartilhar. Abraços nos educam como o amor flui em ambos os sentidos.

9. Abraço é conexão
Os abraços são muito parecidos com a meditação e o riso. Eles nos ensinam a deixar ir e estar presentes no momento. Abraços te libertam de seus padrões de pensamento circulares e conectam você com seu coração, seus sentimentos e sua respiração.

10. Abraço é amor
O abraço aumenta a autoestima. Desde o momento em que nascemos, o toque de nossa família nos mostra que somos amados e especiais. As associações de auto-estima e sensações táteis de nossos primeiros anos ainda estão inseridas no nosso sistema nervoso como adultos.

Os abraços que recebemos de nossa mãe e pai enquanto crescemos continuam impressos em um nível celular, e os abraços nos lembram disso em um nível somático. Abraços, portanto, nos conectam à nossa capacidade de amor próprio.

De acordo com Virginia Satir, uma terapeuta familiar mundialmente respeitada, “precisamos de 4 abraços por dia para a sobrevivência, 8 abraços por dia para a manutenção e 12 abraços por dia para o crescimento”.

E se você acha que 8 abraços por dia é um número muito alto, pergunte para os seus filhos quantos abraços eles gostariam de ganhar diariamente. Provavelmente eles lhe darão uma meta muito mais audaciosa (e gostosa) de alcançar.

Via Papo de pai

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *