.

Receba as novidades exclusivas de nossa rede :)

Cadastre-se

A importância da peregrinação, da romaria

img

O fervor religioso leva os devotos a Bom Jesus da Lapa, à igreja do Divino Pai Eterno, ou do Senhor do Bonfim.

As aparições de Maria levam as pessoas a Fátima, Lourdes, Medjugore, Guadalupe ou Aparecida.

São manifestações de fé que têm grande valor para a divulgação e vivência do Cristianismo. A peregrinação é uma atitude bíblica. No Novo Testamento, Maria e José peregrinavam a Jerusalém todos os anos, na Festa de Páscoa.

A peregrinação a um santuário é uma forma de religiosidade e de piedade agradável a Deus. É uma atitude que proporciona aos cristãos momentos de diálogo mais íntimo com o Pai.

As pessoas que participam de romarias voltam mais amáveis, mais alegres, mais dispostas a ajudar os irmãos, a se confraternizar com eles, a viver realmente a solidariedade.

Infelizmente, como a humanidade é falha, existe o perigo da comercialização.

É normal uma pessoa peregrinar e querer levar aos seus entes queridos uma lembrança dos momentos que lá passou a fim de que eles também sejam tocados pela bênção de Deus. Mas, em torno desses locais de romaria, o comércio vai além de uma simples lembrança e produz muita sofisticação.

Sabemos que todos têm o direito de “ganhar a vida” como podem, mas seria bom se pudessem evitar os exageros provocados pela ganância.

É agradável a Deus uma romaria santa que encontre um lugar sagrado para meditar, dialogar com Deus, rogar pela humanidade que se acha violenta, gananciosa, egoísta, mas também carente de amor.
Aproveitando a participação de uma romaria e se lembrando de pedir ajuda para melhorar o mundo, tornaremos a peregrinação completamente agradável a Deus, como esta organizada pela CNBB, em parceria com a Comissão Episcopal Pastoral, que se realizará nos dias 28 e 29 de maio. É a Terceira Peregrinação Nacional da Família ao Santuário Nacional de Aparecida.

Tem sido de grande valor missionário essa iniciativa, pois produz bons frutos para o crescimento familiar. Há uma programação especial envolvendo famílias vindas de todas as partes do país.

O número de famílias participantes tem crescido satisfatoriamente. Na primeira edição, afluíram 130 mil pessoas, na segunda, 150 mil. Calcula-se neste ano a presença de 170 a 200 mil pessoas.

Que Deus permita o maior fluxo de pessoas e que essa peregrinação seja proveitosa no sentido de avivar no povo brasileiro o senso da importância da família na sociedade e que saibamos, todos nós cristãos, valorizar a família.

Num mundo relativizado não vamos relativizar a família. A família, sacramento do amor de Deus por nós, permite que marido e mulher se abram a vida. Peçamos a Virgem Aparecida que a família seja sempre protegida.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *