.

Receba as novidades exclusivas de nossa rede :)

Cadastre-se

Sonho Acordado – Meu Instrumento de Trabalho

img

Objetivo: Favorecer a relação com o seu objeto de trabalho.
Duração: 20 minutos.
Material: Aparelho de som e CD com música de relaxamento.

Desenvolvimento:
Ao som de música bem calma, o facilitador solicitará aos membros do grupo que fechem os olhos e sigam
as suas instruções: deverão imaginar que estão em um campo com grama bem verde e que uma brisa leve
está soprando. Sentir o cheiro da grama e o frescor da brisa. O céu está muito azul e uma grande nuvem
vem chegando empurrada pela brisa. Ela fica cor de rosa com os clarões do sol. A nuvem desce devagar e
para perto de você. É a sua nuvem que o levará em segurança para onde você quiser. Todos subirão em
suas nuvens e farão um lindo passeio. Devagar a sua nuvem vai voando e passando por cima de cidades,
campos de cultura, matas, campos ressequidos pelas queimadas, campos cheios de flores. Ao longe você
vê uma pequena cidade, branquinha, encostada em uma serra muito bonita. Você fica com vontade de
conhecer a cidade, pede à nuvem que desça. Você sai andando pela cidade e vê uma lojinha com um
velhinho simpático sentado na porta. Você se dirige para lá, cumprimenta o velhinho e entra na loja. É uma
loja com objetos antigos, com muitos objetos. Você olha todos por que está à procura de um objeto que o
ajude a desenvolver muito bem o seu trabalho de promotor de saúde entre os adolescentes e jovens de
sua cidade. Você vê algo brilhando lá na prateleira do fundo. Dirige-se para lá e encontra o que você
estava procurando. Contente, sai da loja e despede-se do velhinho que lhe diz algumas palavras que só
você ouve. Você sobe na nuvem e pede que ela volte para o campo verde. Ela vem devagar e você está
feliz, aconchegado na maciez dela, envolvido pelos raios de sol, sentindo-se protegido e capaz de realizar
um bom trabalho. Ao chegar no campo você despede-se de sua nuvem. Ela ficará à sua disposição para
quando você precisar dela. Você vai abrindo os olhos devagar, vê que voltou para a sala, mas trouxe o
instrumento do seu trabalho. Agora, todos devagar vão construir, com o material disponível, o instrumento
que trouxe para apresentá-lo ao grupo. Se alguém preferir falar como vivenciou o passeio, antes da
construção, podemos ouví-lo.
Aprofundamento: Após as apresentações o facilitador, em breves palavras, trará para a reflexão do
grupo algum ponto que considera importante na vivência.

1 Comments

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *